20.8.09

assoprei a poeira da cabeça, do teclado e até da alma!

Conto um segredo, acho que do coração também. Mas sem pressa, nada é pra já, amores serão sempre... quiçá Chico! Deixando isso de lado, ando bucólica... quiçá (!!) até meio amansada. Bons ventos, alguns dias de calor e tudo está se aquecendo, aos poucos tudo vai levantando. Como é boa a primavera! O gelo derreteu, ainda bem.

O clima ameno acaricia a pele, trás o calor da alma de volta... estou até rubra! Como é boa a faxina do tempo. O sol cura, e agora eu sorrio de novo. Talvez seja você.

Um comentário:

Nani disse...

a gente sempre sente o seu espírito nos seus textos. seja essa sensação triste, doída, ou gostosa...

saudade camili.