22.1.09

E de repente, não mais do que de repente, do Riso Fez-se o Pranto.



pranto trás aconhego? não, não me trouxe. Mentira, trouxe sim. Não há nada como chorar, alivia e limpa a alma e joga tudo fora. Tudo Fora.

Pena que os sentimentos não vão embora com o choro, pena que este alívio no fundo trás mais dor. E você chora, chora, e tudo volta, e vem mais choro. E os motivos vem junto.

Decidi parar de chorar, parar mesmo. assim os motivos somem, vão sumindo... Depois chorar não tem mais graça. Não tem efeito. não muda nada, não trás o aconchego...

Não há em beleza o que se compare ao pranto de uma moça. Choro do coração vem mais bonito, não importa se tem sentido ou não. Porque moça jovem, só chora pelo bem-amado, sendo ele verdadeiro ou não. Não existem melhores motivos para chorar do que de amor, seja saudade... seja tristeza.

O bem-amado lhe faz chorar, como me faz chorar, e como faz chorar todas nós.

E de chorar assim, amiude, hei de me perder entre cartas, livros e meu coração.

2 comentários:

Clara disse...

sempre fazem chorar...
seja de tristeza... ou felicidade!

Jacqueline disse...

lindo!