18.9.09

ah-ah

Poucos passos ao destino incerto. Cliché mas verídico. Catacrese, ahm!?
... voltando, pequenos passos nos levam para lá, ao longe onde o arco-íris é findo. É assim vai.

Pelo caminho muitos ficam com pedaços de meu coração. Não se importam, porque haveriam de importar-se? O Futuro a deus pertence e ele não esta nem aí para a humanidade. Sem vontade, uh-uh. Mas seguimos.
É flash, cada dia corre e o futuro é quase hoje! O que há de ser de nós, meros mortais, à sombra de tudo? Já éramos; pois sim.

Enquanto isso meu amor atrofia e seca. Não é primavera por aqui.

Um comentário:

R Ciancio disse...

Mas ela virá... Ah, virá!
E se não vier,
vamos buscá-la a pontapé!